BIOGRAFIAS

                          MONET

      A grande preocupação de Claude Monet (1840-1926),  são as pesquisas com a luz solar refletida nos seres humanos e na natureza. Monet entusiasma-se pela pintura ao ar livre, que lhe permite recriar os efeitos da luz do sol diretamente da natureza.

     A preocupação de Monet pelo registro dos efeitos da luz pode ser observado na série de quadros que pintou da catedral de Rouen. Tomando como tema a fachada dessa construção gótica, o artista pintou-a em vários momentos do dia, registrando assim as diferentes impressões que o edifício lhe causava. Foi esse encanto que sentia pela luz e a ousadia em representá-la tão intensamente que o tornaram chefe dos impressionistas.

      Datas principais:

1840 - nasce em Paris.

1845 - a família muda-se para o Havre.

1858 - conhece Eugêne Boudin, que o encoraja a pintar ao ar livre.

1859 - muda-se para Paris, para estudar.

1863 - conhece Renoir, Sisley e Bazille.

1867 - nasce Jean, primeiro filho com Camille Doncieux.

1870 - casa-se com Camille; visita a Inglaterra.

1871 - muda-se para Argenteuil.

1874 – primeira exposição, em Paris, dos impressionistas.

1879 - morre Camille.

1883 - muda-se para a casa em Givernv.

1892 - inicia a série Catedral de Rouen; casa-se com Alice Hoschedé.

1900 - constrói o lago das ninféias.

1908 - começa a sofrer de catarata.

1911 - morte de Alice.

1926 - morre em Givernv, aos 86 anos.